erros-nas-campanhas-facebook-ads

03 erros que estão acabando com suas campanhas no Facebook Ads

Por: Jhon Viana & Samara Rodrigues – Impulsor Digital

Investir em marketing digital nas empresas, atualmente, é uma atitude que proporciona diferenciação de resultados nos negócios, porém para que as campanhas de anúncios sejam totalmente assertivas, é necessário ficar atento no momento de anunciar para não cometer erros que fazem com que o anunciante não gaste de forma desnecessária.

O número de usuários brasileiros no Facebook já chega a mais de 108 milhões, logo, um canal de mídias como o Facebook configura-se com um meio bastante acessível para empreendedores que desejam anunciar seus produtos ou serviços, porém o investimento em mídias pagas, deve apresentar uma otimização de anúncios totalmente assertiva, pois é fundamental aparecer no momento e na hora certa para seu cliente.

Além de ter uma estratégia bem definida para orientar o alcance das metas estabelecidas, é preciso utilizar ferramentas disponíveis no marketing digital que proporcionam uma maior facilidade na dinâmica de anúncios, conhecer bem o público-alvo e metrificar tudo para que os próximos passos sejam bem orientados e, claro, monetizem mais.

Separamos para você 03 erros que não devem ser cometidos na hora de anunciar. Sabe aquele ditado, ‘‘quem avisa amigo é’’? Pois é, se eu fosse você, eu não cometeria esses erros que só trazem desperdício de investimento ao seu negócio.

01. ECONOMIZAR DEMAIS AO ANUNCIAR

Sempre que você for planejar encontrar seu público-alvo, certifique-se de, no momento da segmentação, evitar alvos muito restritos ou amplos demais. Análise sempre seu orçamento e o número de pessoas que você deseja alcançar.

Para quem investe em Facebook, economia de dinheiro, nem sempre é o atalho que traz a conversão extrema, principalmente quando você quer atingir um nicho profundamente específico.

É óbvio que a economia será um ponto que deverá ser priorizado, em se tratando de negócios, porém procure, sempre que possível, selecionar um orçamento maior executando uma campanha bem direcionada por algumas horas ou, até mesmo, alguns dias, para que seu objetivo seja sempre atingido.

Quando você anuncia por vários dias no Facebook, ele distribui automaticamente o alcance uniformemente de acordo com o que você disponibilizou de orçamento investido, de forma lenta gradual e, teoricamente, segura. Porém,sempre que você puder, tente investir – ainda que por um curto período de tempo – um orçamento maior nas campanhas, lembre-se sempre de que você pode pausar ou parar a campanha, se o medo de investir alto prevalecer. Garanto que será melhor do que monitorar um crescimento lento da sua campanha.

Mas não esqueça que para você obter melhores otimizações com a ferramenta, é importante você iniciar suas campanhas com um budget mais baixo e vá aumentando de acordo com o desempenho das suas campanhas.

02. SEGMENTAÇÃO AMPLA

Muitas vezes achamos que por segmentar de forma mais ampla iremos ter melhor resultado em nossas campanhas, mas isso é uma inverdade, visto que, quanto mais você deixa amplo o seu público alvo, menos assertivo ele se torna.

O Facebook é uma mídia social onde, segundo uma última pesquisa realizada em 2016, 58% dos brasileiros o utilizam, ou seja, mais de 108 milhões de pessoas.

A segmentação deve ser precisa, para isto ocorrer, é de suma importância você ter a perfeita definição de público-alvo, desta maneira você irá ter melhores resultados com suas campanhas.

Para que você possa ter melhores resultados, você além de segmentar os interesses demográficos, você deve utilizar a segmentação por interesses, ou seja, baseados no que o seu público gosta de ler, ver e/ou assistir. Por exemplo, digamos que nosso público-alvo são empreendedores, então eu posso criar uma segmentação de interesses baseadas no que eles têm relação, como a Revista Época, Pequenas Empresas Grandes Negócios e assim por diante.

Para limitar seu público, você pode e deve fazer campanhas por combinações, como mostro no gráfico abaixo. Você tem a opção de ‘limitar público’, onde você irá clicar e ‘combinar’ interesses, digamos:

122

A pessoa que tem interesse no site ‘Pequenas Empresas e Grandes Negócios’ também deve ter interesse em ‘Startup’.

Automaticamente o público será segmentado por interesses em comum, isto automaticamente irá ter um melhor desempenho de campanhas, você pode ir limitando suas campanhas de acordo com o máximo de interesses que quiser.  

Outro ponto de suma importância é o ‘termômetro’ de público que não pode passar do ‘meio’, como mostra o gráfico a seguir.

123

Quanto mais próximo do ponto vermelho, mais enxuto está o seu público, o ideal é você trabalhar com ele sempre mais próximo ao meio, a não ser que seu serviço ou produto seja para um público de uma cidade ou região local.

03FALTA DE VARIÁVEIS

Talvez você já tenha ouvido falar que o mundo digital é baseado em testes, e isso possivelmente já te irritou em algum momento, mas é a pura verdade.

O mundo de anúncios é baseado em testes, você precisa testar imagens, textos e, até mesmo, os botões de ações.

O ideal é você criar variáveis para cada campanha, em média, nós do Impulsor Digital, criamos para cada campanha, 16 variáveis, alternando-as entre imagens, copys e afins.

O grande questão é você manusear tudo isso. Você deve fazer um acompanhamento diário sobre o que realmente está trazendo resultados satisfatórios para o seu negócio, e mensurando suas conversões, ou seja, verificando os seus custos por aquisição, seja de leads ou de clientes.

A cada ação que você mensura, você deverá perceber de qual anúncio está vindo mais retorno e pausar os demais com cautela.

O ideal é você utilizar de 03 a 05 imagens para cada campanha, alterando os dados citados acima, e combinando os anúncios, ou seja, Imagem I + Texto I + CTA I, Imagem II + Texto I + CTA I, Imagem I + Texto III + CTA II, resumindo, criar variações de todos os tipos para que o algoritmo do Facebook possa te dizer o que mais gera resultado e você manualmente fazer as alterações.

Recentemente, descobrimos a AdFácil, que nos permite, não só no Facebook, mas como no Google, criar variações ativas para isso de forma automática. Precisamos apenas criar os primeiros anúncios e, o meu (agora) amigo intímo ‘AdBot’ cria automaticamente as variáveis. Isso tem sido incrível!

Mas, mais incrível que isso, é o seu próprio algoritmo desenvolvido pela AdFácil otimizar AUTOMATICAMENTE meus anúncios, onde ele faz uma varredura sobre os anúncios ativos e verifica aqueles que têm melhor entregabilidade e pausa os que não estão funcionando tão bem.

Isso tem nos gerado uma economia imensa, tanto financeira quanto de tempo. Caso queira também economizar e otimizar suas campanhas, clique aqui para conhecer a ferramenta e testar 14 dias gratuitos.

14-gratis-adfacil

Para fechar com chave de ouro, resolvi liberar um presente para você, leitor, que é um e-book completo com dicas e processos de como você pode gerar vendas todos os dias 🙂

124

Espero que tenha gostado, aproveite também para visitar nosso blog e aprender um pouco mais sobre marketing digital 😉

Angélica Rodrigues

Marketing na AdFácil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *